Notas do subterrâneo

Notas sobre a construção da peça Brasil Subterrâneo, dirigida por Celina Sodré.

Dinah Cesare

No final de janeiro de 2015, sabendo que Celina estaria trabalhando com os atores do Studio Stanislavski no seu sítio em Lumiar (RJ) na preparação de um novo espetáculo, me propus a acompanhá-los por vinte e quatro horas.  Este trabalho surge para comemorar os 25 anos do Studio Stanislavski, que se completarão em março de 2016.

 

Acesse as notas clicando diretamente nelas, por meio deste quadro, ou então siga as indicações em vermelho ao lado de cada uma das notas (''ir para nota 1'' etc).

Dinah Cesare é teórica do teatro, crítica e professora assistente no curso de Artes Visuais da UFRJ. Possui graduação e metrado em Artes Cênicas pela Unirio e é doutoranda no Programa de Pós Graduação em Artes Visuais da EBA/ UFRJ. É idealizadora e sócio-colaboradora da Questão de Crítica –  revista de críticas e estudos teatrais, e colaboradora artística do Instituto do Ator – centro de pesquisa da arte do ator.

 

© 2019 por Revista Ensaia

// Caso esteja visualizando páginas desconfiguradas ou desalinhadas, verifique se seu browser está atualizado ou tente o acesso por meio de outro browser //